ARTE: ARQUITETA CAROLINA LIMA

Um Blog feito pelos leitores

terça-feira, 20 de outubro de 2009

INTERLAGOS QUIZ PROIBIR PROSTITUTAS


Uma das profissões mais antigas do mundo quase ficou fora do Grande Prêmio de Fórmula 1 neste ano. Uma decisão inusitada da administração do Autódromo de Interlagos tentou impedir que as prostitutas atuassem nas proximidades do evento, em São Paulo.
Segundo Suellen, nos dias de F-1 programa passa de R$ 100 para R$ 250. As garotas de programas costumam proliferar em Interlagos justamente por causa da fertilidade de clientes, já que a maioria das cerca de 70 mil pessoas que vão aos três dias do evento são do sexo masculino. A decisão de coibir a atividade das profissionais do sexo partiu do gestor do autódromo, Roberto Seixas, funcionário da São Paulo Turismo. Como a Polícia Militar e a Guarda Civil Metropolitana de São Paulo impediram camelôs irregulares atuarem nas proximidades dos portões de acesso, ele pediu que a mesma medida fosse estendida às garotas de programa que costumam distribuir cartões de visitas com telefone pessoal e panfletos de casas de prostituição. Mas as meninas driblaram direitinho.

Um comentário:

João disse...

Essa grafia (QUIZ) não expressa, de fato, determinação no querer